terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Seleção dos livros espíritas

Na montagem da livraria ou biblioteca da Casa Espírita, alguns cuidados são necessários, uma vez que ali reúnem-se todas as informações sobre a doutrina e para o leigo, o que for absorvido através dos livros será o seu entendimento sobre Espiritismo.
Numa publicação de Geraldo Campetti Sobrinho, num artigo divulgado pela FEB, "Biblioteca espírita: princípio e técnicas de organização e funcionamento", ele nos aconselha:
"Por se tratar de uma biblioteca espírita, os documentos que farão parte de seu acervo deverão ser previamente selecionados com base em alguns critérios.  A título de sugestão, recomendamos que as obras:

  • fundamentem-se nos princípios básicos da Doutrina Espírita;
  • sejam mediúnicas ou escritas por estudiosos do Espiritismo;
  • abordem isolada ou simultaneamente os aspectos científico, filosófico e religioso da Doutrina;
  • propiciem o conhecimento da realidade espiritual;
  • apresentem esclarecimentos à luz do Espiritismo sobre variados assuntros que preocupam o homem;
  • despertem nos leitores o interesse pela reforma íntima;
  • registrem a história do Movimento Espírita no Brasil e no mundo.
 A seleção não objetiva estabelecer uma censura, mas adequar os documentos à especialidade do acervo e às necessidades dos leitores/usuários.


Nenhum comentário:

Postar um comentário