sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Um conceito comunicativo de Espiritismo

"O Espiritismo não é obra nem de um único Espírito, nem de um só homem, é obra dos Espíritos em geral."Allan Kardec (Revista Espírita, 1865, p. 296)

Até que ponto o Espiritismo "é dos espíritos"? Em outras palavras, que grau de autonomia tiveram e têm os espíritos desencarnados para determinar o conteúdo dos ensinamentos insertos no Espiritismo, desde a codificação? A resposta a esta pergunta costuma ser simplista: o Espiritismo seria, pura e simplesmente, a mensagem dos espíritos superiores, trazida aos homens. A confiança nesse postulado é tanta, que se tornou historicamente importante para os espíritas da atualidade a "defesa da preservação da pureza doutrinária", que diz respeito à manutenção em grau puro das idéias fornecidas pelos espíritos. (Leia mais)

Nenhum comentário:

Postar um comentário